Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \31\UTC 2007

Reflexão

Tenho confiança que a sociedade vai reconhecer cada vez mais o valor da verdade. E que as pessoas se tornarão mais educadas e menos autoritárias no futuro.

Lisa Randall, uma das mais renomadas pesquisadoras da física de partículas,
americana, Universidade de Harvad (pensamento publicado na Revista Época).

Revisão: Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, em 13/3/2012.

Anúncios

Read Full Post »

Handicap

O jogo de Go permite o nivelamento de forças entre jogadores de diferentes níveis técnicos. O expediente utilizado é o oferecimento de pedras de vantagem para o jogador mais fraco tecnicamente. A vantagem oferecida é denominada HANDICAP.

Okigo é a modalidade de partida jogada com handicap. Alguns iniciantes (e até muitos jogadores mais experientes) sentem uma certa reserva para com a partida jogada com handicap. De vez em quando “ouço” algumas pérolas: “Ganhei de um 10 k, mas foi com handicap”, “… também… recebendo nove pedras… quem não ganha?”; “É humilhante receber handicap e perder… Assim, prefiro jogar sem receber vantagem”; “Ah! Não dou handicap… gosto de jogar sério…”; e por aí vai…

Que o iniciante compreenda que as partidas de okigo são importantes e fundamentais para o aprendizado! Não é demérito receber pedras de vantagem. É uma necessidade técnica. Sem o nivelamento obtido pela vantagem material, o jogador iniciante será demolido pelo jogador de maior força… Não tenha dúvidas… um handicap de nove pedras… é uma mar de pedras, um monte de pedras… Mas se existir realmente diferença técnica que justifique o handicap (seja de 1, 2, … 9 pedras)… A vantagem material é apenas aparente… é apenas um artifício para equilibrar as forças, o desnível técnico.

Que o jogador mais experiente… ofereça o handicap… sempre! Não existe demérito em perder a partida… nem para quem oferece, nem para o jogador que recebe a vantagem material. Ganhar ou perder são ilusões… o verdadeiro valor está no processo de contrução da partida. Quantas vezes um jogador após perder uma partida… sente que obtever uma vitória… pois a partida foi bem disputada? E quantas vezes ao vencer… o jogador se sente derrotado, pois sabe que sua expressão estética foi medíocre?

Em todo o mundo goístico são jogadas muitas partidas de okigo. Os especialistas estimam algo em torno de 50%. E a prática confirma a seriedade das partidas e os benefícios obtidos pelos jogadores. O jogador mais forte avalia a sua força. O jogador mais fraco aprende e desenvolve suas habilidades. Ambos ganham!

(Bibliografia: Viagem ao Reino do Go, vol. II, Marcos Moennich)

Revisão:
Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, em 13/3/2012.

Read Full Post »